Um conselho especial para você, imigrante brasileiro no Japão

Conheça a Constituição do Japão.

Ela foi elaborada pelas Forças de Ocupação dos Estados Unidos no Japão, no pós-II Guerra Mundial, e acatada pelo Imperador e governo da época, promulgada em 1946 e está vigente até hoje, firme e forte.

É um texto bastante curto quando comparado às constituições de muitos países, especialmente, a do Brasil; e diferente da “super emendada e remendada” constituição brasileira, a constituição japonesa segue sem nenhuma alteração em seu texto em mais de 70 anos de existência.

Deixa eu compartilhar com você um episódio envolvendo a utilização do texto constitucional japonês no local de trabalho no Japão:

Certa vez, quando trabalhava em fábrica, eu e alguns colegas estrangeiros nos mobilizamos para pedir a mudança do uniforme, que era inadequado para época de verão, pois o tecido esquentava muito. 

Como não fomos atendidos no primeiro pedido, resolvemos criar um “abaixo-assinado” para apresentar na reunião mensal de Segurança no Trabalho aos principais responsáveis pela empresa.

Quando o responsável imediato do setor ficou sabendo, tentou destruir a lista de assinaturas, pelo que já abri para ele o artigo da Constituição que diz:

“Artigo 28. O direito aos trabalhadores de se organizarem e barganhar e agir coletivamente é garantido.”

E o Artigo 98: “Esta Constituição deverá ser a Lei Suprema da nação…”, acima até mesmo das regras inventadas por ele. 

Ele replicou dizendo que isso era válido somente para japoneses. Aí eu joguei outro artigo pra cima dele: 

“Artigo 14. Todas as pessoas são iguais perante a lei e não deverá acontecer discriminação nas relações políticas, econômicas e sociais por causa de raça, credo, gênero, posição social ou origem familiar.” 

E disse que se fosse válido apenas para japoneses, não precisava constar no texto do artigo constitucional os termos “por causa de raça”, nem “origem familiar”

E disse a ele que ao apresentarmos a reivindicação, incluiríamos os três artigos para reforçar o pedido. 

Ele foi embora da seção fazendo aquela  “cara de bunda” (desculpem-me pelo termo, mas é o que melhor resume a forma como ele ficou). 

Entregamos o “abaixo-assinado”, fizemos a petição e o pedido foi aceito.

Resolvido o problema.

Aproveita e anota aí os artigos da Constituição do Japão citados no texto.

Deixe sua opinião nos comentários!

Clique aqui na Constituição do Japão em português.

Marcelo

Marcelo

Fundador do site e página Investidor no Japão e criador do Curso Investindo em J-REITs & ETFs - sobre Fundos Imobiliários no Japão, com mais de 600 alunos; formado em Pedagogia, com Educação Continuada em Contabilidade Financeira e Análise de Viabilidade de Projetos, pela FGV; pós-graduando no MBA em Investimentos e Private Banking, pela Ibmec; Investidor nos mercados de capitais brasileiro e japonês, com experiência em análise de Demonstrações Contábeis de empresas listadas em bolsa de valores, valuation e questões tributárias.
Marcelo

Marcelo

Fundador do site e página Investidor no Japão e criador do Curso Investindo em J-REITs & ETFs - sobre Fundos Imobiliários no Japão, com mais de 600 alunos; formado em Pedagogia, com Educação Continuada em Contabilidade Financeira e Análise de Viabilidade de Projetos, pela FGV; pós-graduando no MBA em Investimentos e Private Banking, pela Ibmec; Investidor nos mercados de capitais brasileiro e japonês, com experiência em análise de Demonstrações Contábeis de empresas listadas em bolsa de valores, valuation e questões tributárias.

Deixe Seu Comentário

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Procedimentos
para a Consultoria

  • Previamente peço os 4 principais temas a serem abordados na consultoria, para melhor atendimento e otimização do tempo.
  • Em posse das informações para análise, nós agendaremos a consulta para o melhor dia e horário de acordo com a disponibilidade de ambas as partes.
  • A consulta será feita via plataforma Zoom, com câmeras abertas.

60 min de Consultoria: ¥10.000

Ao concluir este formulário, vamos avaliar sua inscrição e responderemos pelo WhatsApp.

Calculadora de Financiamento

Simulador de financiamento

Saiba quanto será a prestação a ser paga mensalmente nesta calculadora de financiamento